quinta-feira, 2 de junho de 2011

O rol de atividade

Quando o professor é readaptado o governo envia à escola um rol de atividades. Nesse rol estão as atividades que o professor readaptado pode desempenhar.
- exija por escrito tomar ciência do rol de atividades
- exija por escrito uma cópia do rol
- não faça nada que não esteja no rol, nem para ser simpático nem para colaborar e nem por motivo algum. Não vão te respeitar mais por causa disso (ao contrário!).
Para piorar a situação: vamos supor que você sofra um acidente ou lesão fazendo uma coisa que não estava no seu rol. Você corre o risco de ser processado(a) e perder até seu cargo. Afinal o que você estava fazendo que não estava cumprindo o rol?
Rol de atividades é coisa séria. A direção sabe que tem que respeitar. Dá uma de "morta" pra te explorar. Não aceite! Denuncie ao sindicato, à Diretoria de Ensino e até à Ouvidoria da Secretaria da Educação se preciso for. Mas faça com que respeitem seu rol.

3 comentários:

  1. Meu desabafo...
    Sou professora e fui readaptada por não poder abusar do uso vocal. Minha publicação saiu em 22 de outubro de 2012. Fui até à escola e a diretora me deixou "livre" para trabalhar onde eu me identificasse melhor, enquanto não saísse o rol de atividades.
    Escolhi trabalhar na biblioteca, pois na escola não tem bibliotecário, acreditei que se eu a organizasse poderia fazer um trabalho legal, para ajudar aos alunos na leitura e assim aproveitar melhor o espaço. Pesquisei na internet, li alguns artigos sobre biblioteca e bibliotecário, mas continuei com dúvidas de como fazer um trabalho satisfatório.
    Foi então, que ao ir à biblioteca da faculdade onde estudo, tive a "excelente" ideia, (isso era o que eu pensava), de pedir informações básicas para a bibliotecária de como organizar uma biblioteca, achei que ela seria a melhor pessoa indicada para isso.
    Para minha surpresa, a moça, foi logo falando que isso não era informação para ela dar em dez minutos, afinal, ela estudou quatro anos para exercer essa função, que tinha o diploma reconhecido pelo CBO, coisa que profissionais da pedagogia não tinha. Que estudou mais que os professores que só estudam dois ou três anos para fazer pedagogia. Que a profissão dela era como se fosse a de um Médico que tem CRM, a de advogado que tem seus registros na OAB... Que por causa de muitos não habilitados é que a profissão dela não era valorizada. Enfim, Fez várias comparações de profissões, dizendo que, se eu não tivesse o diploma de bibliotecária não poderia trabalhar na biblioteca, por que isso era ilegal e que poderia até processar a escola e até mesmo eu por exercer uma função que não era da minha formação. Disse ainda que “se eu não era capaz de trabalhar na área em que eu me formei, como seria capaz de trabalhar na biblioteca”?
    A moça foi muito arrogante e estúpida em suas palavras, falou coisas que eu nunca imaginei ouvir. Eu disse á ela que eu não queria tomar lugar de ninguém e que só queria uma simples informação. Ao ouvir tudo isso, fiquei muito nervosa, comecei a chorar. Fiquei muito chocada, pois não esperava essa reação. Me senti humilhada, um zero a esquerda, pois de acordo com o que ela disse, ser professora é o mesmo que nada.
    Ao ver a minha situação ela ficou meio desconfiada, veio me pedir falsas desculpas (afinal ela trabalha em uma instituição particular e isso poderia lhe trazer problemas) Eu então disse que: “Eu até poderia não ter esses registros que ela disse que tem e se julga superior, mas que educação eu tinha” Se eu fosse a um médico pedindo a ele informações básicas de como cuidar de meu filho por estar com febre por exemplo, acreditava que jamais o doutor negaria a informação, que jamais ele diria que primeiro eu teria que me formar para depois cuidar de meu Filho. Eu disse a ela que agiu com arrogância, falta de respeito e educação para comigo.
    Logo comentei o assunto com um colega que estuda comigo e trabalha na faculdade (na área de informática), o mesmo levou ao conhecimento da diretora (Dona da faculdade) que a advertiu. A diretora então me pediu desculpas e disse que estava a disposição. Me informou o nome de uma bibliotecária conhecida para me orientar.
    Por fim, tive todo esse constrangimento, por que meu desejo é poder trabalhar mesmo com minhas limitações.
    Gostaria de saber se realmente trabalhar na biblioteca é ilegal. Se eu não posso trabalhar lá, onde um professor readaptado deve ficar?

    ResponderExcluir
  2. Amiga, primeiro parabéns pela sua força de vontade e também pela coragem de contar uma situação como essa. Vou colocar minha opinião: Em escolas o professor readaptado tem prioridade para trabalhar na biblioteca, sou readaptada a 2 anos na biblioteca e quando cheguei aconteceu o mesmo que aconteceu com você, encontrei a biblioteca uma local desorganizado deposito de inserviveis comecei a arrumar sozinha e do meu jeito mas percebi que não adiantava o que eu fazia num dia destruiam no outro, fui ficando cansada e desanimada com isso e ai descobri que outros readaptados já tinham tentado fazer o mesmo e não tinham conseguido. Como não queria ir para a secretária continuo na biblioteca
    na verdade um depósito.Só que no final do ano me chamaram para ser a responsável pela sala de leitura, ou seja ela vai se tornar sala de leitura e a prioridade é minha. Então amiga somos as pessoas mais indicadas para cuidar desse ambiente educativo pois somos educadoras. OK? Fique tranquila e em Paz tudo vai dar certo para você. Um forte abraço. Profª Maria Cristina

    ResponderExcluir
  3. O professor readpitado tem direito nãop comparecer ao trabaho em dias de crise,digo porque sou depressiva,MEU CASO É GRAVE E AS VEZES é impossível sequer saber onde estou.

    ResponderExcluir

Os comentários passarão pela moderação antes de serem publicados.